Comprar Armas

Comprar armas de fogo no Paraguai: o que você precisa saber

Na SOSarmas você vai comprar armas direto no Paraguai e recebe com toda segurança. Produtos registrados e com todos os itens que você precisa para possuir uma arma de fogo.

A maior fonte de armas que entra no Brasil acaba nas mãos de patifes equipados e traficantes de medicamentos, conforme relatório da Polícia Federal Brasileira. Aproximadamente 1.500 armas de fogo começaram nos Estados Unidos após uma investigação de mais de 10.000 armas apreendidas pela polícia desde 2014, na maior parte no Rio de Janeiro, segundo o relatório de dezembro de 2017, apesar de as armas serem regularmente uma terceira nação antes de desembarcar no Brasil.

As armas de fogo dos Estados Unidos seriam, em geral, rifles de emboscada e armas de maior calibre, enquanto as armas que circulavam anteriormente no Brasil ou aterrissavam em diferentes países inclinavam-se para armas mais pequenas.

“Os EUA continuam sendo a maior fonte aberrante de armas de mão ilegais e rifles de emboscada por causa de acordos sem impedimentos em lojas e feiras nas comunidades urbanas americanas”, afirmou o relatório.

Contudo armas de fogo no Paraguai continuam sendo uma das grandes fontes de remessas para o Brasil. Segundo os especialistas, as armas vindas do Paraguai são mais baratas e costumam oferecer um custo/benefício atraente.

Estatísticas sobre armas de fogo no Paraguai vindas para o Brasil

A crueldade causada por armas de fogo ilegais disparou no Brasil, uma profunda desaceleração de 2015 a 2017 provocou cortes no financiamento de alguns poderes policiais em todo o país. O governo central enviou soldados para o Rio de Janeiro e diferentes regiões há um ano para controlar a crueldade na maior parte identificada com a troca de medicamentos.

Em suma o relatório pede que órgãos mundiais, por exemplo, a coalizão de troca das Nações Unidas e do Mercosul ofereçam mais ajuda para interromper o tráfico ilegal de armas, assim como entendimentos progressivamente bilaterais, por exemplo, um acordo de 2006 entre Brasil e Paraguai para coordenar combatendo a troca de armas.

Aliás, oito lojas remotas são nomeadas para vender as armas de maior calibre que acabaram no Brasil, com cinco localizadas na Flórida, embora uma loja de armas de fogo no Paraguai tenha sido o maior vendedor individual.

As armas de fogo dos Estados Unidos, em geral, entram no Brasil através de remessas diretas de armas coletadas, remessas de peças de armas ou remessas em mão traseira através de um terceiro país, sendo o Paraguai o principal mediador.

Quem pode obter porte de arma de fogo no Brasil?

Fora das forças armadas, os brasileiros podem possuir armas de fogo legalmente apenas com a chance de encontrarem uma progressão de verificações sólidas e, mesmo nesse momento, podem comprar apenas armas de pequeno calibre.

Se você obter armas de fogo no Paraguai você precisa saber e conhecer as leis para a posse de arma. Embora as armas vindas sejam registradas de alguma forma, você precisa de fato saber se você terá o direito de uso desta arma.

Por exemplo as armas de fogo são levadas em consideração os ocupantes dos países que precisam deles para a subsistência diária, os rastreadores e os indivíduos que podem demonstrar que precisam de uma arma para a autoproteção

Enquanto as leis sobre compras de armas de fogo nos Estados Unidos mudam de estado para estado e, além disso, dependem do tipo de arma que está sendo vendida, tende a ser um procedimento genuinamente básico para comprar uma arma de fogo ou garantir uma que tenha sido legalmente oferecida a outra pessoa.

Isto é a parte dominante das armas de fogo entrava por terra, o relatório aponta, por ponto, a ocorrência de 22 rifles de emboscada enviados ao Brasil em um carregamento de móveis, tendo sido costurados em almofadas de dormir, com a maioria sendo enrolada em São Paulo e no Rio. Em outro episódio, 60 rifles de ataque iniciados em Miami foram encontrados dentro de aquecedores de piscina em uma remessa de frete em um terminal aéreo do Rio.

Em resumo a seção de armas de alto calibre para o país está relacionada a bandos que roubam bancos, caixas eletrônicos e veículos defensivamente cobertos, já que os bandidos precisam garantir que eles terão poder de fogo incomparável em um confronto com a polícia ou vigias equipados, conforme o relatório.

Armas de fogo a venda no Paraguai como funciona a posse no Brasil?

A posse regular de armas de cidadãos é permitida no Brasil, compre sua arma de fogo direto do Paraguai. Para reivindicar uma arma, os residentes devem ter, em qualquer caso, 25 anos de idade e registrar a arma na Polícia Federal. Apenas armas de mão e espingardas de tiro rápido são aprovadas; armas de ataque são ilegais para pessoas comuns.

Os subsídios para armas custam em média uns R$160 e devem ser restaurados em intervalos regulares, conforme a promulgação de 2019. As punições por posse ilegal de armas variam entre um a três anos de prisão. Além disso, a lei brasileira proíbe a produção, o comércio e a importação de brinquedos e cópias de armas de fogo que podem ser confundidas com armas genuínas.

Enquanto os brasileiros podem comprar armas de fogo no Paraguai, é difícil conseguir autorizar o indivíduo a trazer a arma para fora de sua casa. Dessa forma os candidatos devem apresentar uma declaração composta que esclareça a necessidade de transportar uma arma, demonstrar que não têm fundamento criminal e passar por uma avaliação de bem-estar emocional com um analista endossado pela administração.

As licenças de transporte são aprovadas para indivíduos das forças armadas, policiais, vigias, autoridades de segurança e organizações de transporte. O pessoal não militar possuído armas não é permitido em escolas, estruturas governamentais, casas de culto e prédios esportivos.

Saiba como anda a lei do desarmamento de armas de fogo?

O Congresso aprovou uma promulgação abrangente de controle de armas em 2003, chamada Estatuto do Desarmamento, e depois o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva marcou uma declaração extra sobre a regra em 2004.

A resolução estabeleceu regras sobre propriedade de armas e concedeu subsídios, assim como biblioteca nacional de armas. Da mesma forma, a lei iniciou um programa para o governo comprar armas no Paraguai de residentes como uma maneira de incapacitar o público em geral.

Em 2005, 64% dos brasileiros votaram “não” na escolha de boicotar a oferta de armas de fogo e munição a cidadãos comuns. A partir de 2015, havia cerca de 17,5 milhões de armas de fogo no Brasil, a maior parte delas ilícita. Em 2015, uma medida para suplantar a regra de 2003 e liberar o controle de armas de fogo chutou no balde no Congresso; ainda em 2019, um anúncio oficial trouxe mudanças críticas.

Garantia do armamento para todos os cidadãos

Em janeiro de 2019, durante seu primeiro mês no cargo, o presidente Jair Bolsonaro marcou um anúncio que liberava o controle de armas de fogo no país, uma de suas principais garantias de batalha.

Conforme indicado no pronunciamento de 2019, que altera a Estátua do Desarmamento de 2003, algumas reuniões são consideradas como tendo “necessidade poderosa” de possuir uma arma: oficiais militares, oficiais de prisão, rastreadores registrados, proprietários de sortimentos e ocupantes de ambas as regiões provinciais e de regiões urbanas em estados com um ritmo de criminalidade superior a 10 para cada 100.000 habitantes em 2016, conforme indicado pelo Atlas da Violência, distribuído pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

A taxa mais mínima registrada, no entanto, foi de 10,9, implicando que, pouco a pouco, qualquer residente possa pronunciar “necessidade bem-sucedida” de possuir uma arma.

A declaração de 2019 permite que cada pessoa possua quatro armas, no entanto, esse número pode ser atingido até seis em condições únicas. Além disso, ampliou o prazo da licença de cinco para 10 anos e lembra a necessidade de proprietários de comprar armas no Paraguai para residências com jovens, adolescentes ou um indivíduo com incapacidade mental de ter um cofre para guardar as armas. O pronunciamento não mudou as diretrizes de concessão de transmissão.

Leave a comment